1. Porque se chama «O Relógio da Família» e é uma actividade onde só podem participar casais?
Porque acreditamos que a relação nuclear de uma família é o casal e é a sua relação que marca, no melhor e no pior, a vida de cada um dos seus membros. Por isso, estamos convencidos que uma relação de casal mais livre, séria e profunda tem impacto positivo em toda a família. Por isso nos dirigimos, por agora, aos casais.

2. Quando vai ser a edição de Braga-2019 de «O Relógio da Família»?
Terá lugar nos dias 19 e 20 de Janeiro e 16 e 17 de Março.

3. É mesmo necessário estar presente nos dois fins-de-semana?
Sim, estes encontros não fazem sentido isoladamente, pois traçam um percurso em que as etapas se entrelaçam. Se não puderem estar nos dois, é preferível esperar pela edição do próximo ano. E, em cada fim-de-semana, é também necessário estar desde o primeiro ao último minuto.

4. Quem pode participar n’ «O Relógio da Família»?
Esta atividade destina-se a casais que queiram aprofundar a sua relação e, a partir daí, melhorar também a sua relação com os filhos – se os tiverem – com a família alargada,  com os amigos e com o mundo.

4. Os filhos podem acompanhar os pais que se inscrevam n’ «O Relógio da Família»?
Não. Os filhos podem aproveitar para fazer uma grande festa em casa dos avós, tios ou amigos. A dinâmica proposta neste encontro beneficia muito desse afastamento por dois dias.

6. Temos de ser casados pela Igreja, para podermos participar?
Não. No «Relógio da Família» acolhemos com alegria todos os casais, homem e mulher, que sejam honestos no seu desejo de ver a sua relação crescer.
No entanto, qualquer casal participante deve entender, para saberem bem ao que vêm, que esta actividade, não sendo um encontro de teor religioso, antes profundamente humano, tem o casamento católico como modelo.
Isto significa que também haverá momentos de oração e as palavras “Deus” e “matrimónio” (enquanto sacramento) fazem parte natural do nosso dicionário. E, como é esperado, em cada um dos domingos um dos pontos do programa é a missa.

7. Como nos podemos inscrever?
A forma mais rápida será contactar a Casa da Torre através de telefone (253 310 400) ou e-mail (casadatorre@jesuitas.pt).

Anúncios